Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de junho de 2015






Amor Magnificente

Tão lindo que arde e se sente
Amor das criaturas etéreas ou gente
Das plantações dos gerânios
Da filosofia das poesias dos planetas
Mercúrio Urano tantos quereres insanos...
A caneta que escreve o ego das letras
Polos opostos atrativos convexos
Percepção, sentidos do sempre complexos
Filosofia de Platão
Amor ou loucura?
Ás bruxas doo doces travessuras?
Platonista ou Plutão? 
Mistura procura com ilusão...
O crânio a múmia o escorpião
Ser ou não ser?... (Shakespeare) 
Essa é a questão!
Amar com entrega com pureza...
Amor platônico com certeza
As diferentes coreografias
Os semblantes das gárgulas as cores frias
As borboletas e os diamantes...
A todo instante uma inspiração
A lição?...Sempre amor 
Com lucidez mas nem sempre razão...


Son Dos Poemas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário